A educação e sua relação com a pobreza e desigualdade social na Amazônia

Debates sobre o papel do educador em contextos desfavorecidos marcaram a aula inaugural da Especialização em Educação, Pobreza e Desigualdade Social

A mesa de abertura do curso contou com a presença da professora Dalva Valente, representando a diretora do Instituto de Ciências da Educação (ICED/UFPA), professora Eliana Felipe; do coordenador adjunto da especialização em Educação,  Pobreza e Desigualdade Social, professor Rosemildo Santos Lima; da supervisora pedagógica do curso,  professora Aline da Paixão Furtado; do professor pesquisador Adalberto Portilho Costa; do  professor formador Milvio da Silva Ribeiro; do professor formador Rosivan Alves Nilander.

 “Voltar para o mundo acadêmico em um curso que tem significado ímpar é um privilégio e eu gostaria de dizer que o ICED disponibiliza seus espaços para vocês viverem a Universidade”, afirmou a professora Dalva Valente.

Para o professor pesquisador Adalberto Portilho iniciar a especialização não foi um processo fácil, por isso, perceber o interesse dos cursistas em aprender e construir conhecimento sobre a temática educação, pobreza e desigualdade social é uma realidade que anima a equipe organizadora do curso e demonstra que é possível discutir essas questões a partir de uma perspectiva do processo educativo como forma de mudança.

Após a mesa de abertura o professor formador Milvio da Silva Ribeiro ministrou a palestra Educação, Pobreza e Desigualdade Social, apresentando os principais aspectos do projeto político pedagógico do curso.

Coordenado pela professora Dra. Marilena Loureiro, o curso trata das relações entre educação, pobreza e desigualdade social e visa promover reflexões e discussões sobre as vivências em circunstâncias de pobreza e extrema pobreza, bem como em relações sociais e políticas injustas.

Organização – O curso é ofertado pela Universidade Federal do Pará (UFPA), por meio do Grupo de Estudos em Educação, Cultura e Meio Ambiente (GEAM) do ICED, em parceria com o Ministério da Educação (MEC) através da Iniciativa Nacional Educação, Pobreza e Desigualdade Social.